home Saúde OLHO SECO – CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTO

OLHO SECO – CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTO

OLHO SECO – CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTO – Quem já não ouviu aquela famosa expressão,  em parecer que está com o olho seco. A expressão, sempre sendo verdadeira. Devido à síndrome do olho seco, algo que existe, muitas pessoas vindo a constatar este ocorrido com muita frequência.

Podemos destacar este ocorrido ligado a vários fatores, principalmente no dia a dia de muitas pessoas. Olho Seco se caracteriza pela diminuição da lubrificação nos olhos. Algumas pessoas sofrem com este problema e geralmente descrevem os sintomas como sensação de areia nos olhos, coceira, ardor, secreção mucosa, olhos vermelhos e uma maior sensibilidade a luz e ao vento.

publicidade

NA CONSTATAÇÃO DESTE APARECIMENTO PROCURE UM OFTALMO PARA UMA MELHOR AVALIAÇÃO, O QUANTO ANTES MELHOR

Tais queixas, podem se manifestar em conjunto ou isoladamente, em maior e menor proporção dependendo de cada caso. Algumas pessoas trazem realmente este problema, em muitos casos, sem as devidas orientações, acaba dando uma esfregada nos olhos, gerando de uma certa forma uma lubrificação forçada. Atitude totalmente incorreta, agravando o problema ao longo da vida. Na constatação deste tipo de problema, ir ao médico oftalmologista sendo o mais indicado para que o mesmo, avalie a situação e medique corretamente, geralmente com algum tipo de lubrificante para este tipo de correção.

Este tipo de problemas sendo mais comum que possamos imaginar, e todos nós estamos sujeito a este tipo de ocorrido, independente de idade. Vamos nos atentar para este ocorrido e estarmos também atentos as nossas crianças. Felizmente o mercado farmacêutico nos oferecendo alguns colírios lubrificantes que vindo a sanar este tipo de problema, mas este tendo que ser prescrito por um oftalmologista, nunca se auto medique.

Olho Seco – Causas, Sintomas e Tratamento

O que é Olho Seco

Dizemos que estamos perante um olho seco, quando não existem lágrimas em quantidade e qualidade suficiente para manter os olhos lubrificados, podendo o problema afetar apenas um olho (unilateral) ou, então, os dois olhos (bilateral). Na maioria dos casos, o problema afeta os dois olhos.

Em determinadas ocasiões ou circunstâncias, o olho pode estar seco sem que exista qualquer problema ocular ou doença dos olhos. A poluição, o excesso de exposição ao sol, o vento, a exposição ao ar condicionado ou ambientes que de alguma forma tornem o ar mais seco, são fatores que podem atuar como facilitadores na evaporação das lágrimas e deste modo provocar secura nos olhos.

publicidade

Causas do Olhos Seco

As causas mais frequentes de olho seco são: a idade, menopausa, uso de computador de uma forma continuada ou excessiva, ar condicionado, uso de lentes de contato e alguns medicamentos (diuréticos, anti-histamínicos, benzodiazepinas, antidepressivos, analgésicos e anticoncetivos). O olho seco pode ocorrer em pessoas de ambos os sexos e em qualquer idade, embora o sexo feminino seja o mais afetado.

O diagnóstico deverá ser efetuado por um oftalmologista através de testes que medem a qualidade e a produção das lágrimas. Os testes são rápidos, indolores e não são invasivos.

Sintomas do Olho Seco

No olho seco, um dos sintomas mais frequentes é a vermelhidão e ardência ou comichão nos olhos. Aprodução excessiva de lágrimas (“olhos lacrimejantes”), a irritação excessiva do olho (ao fumo ou vento)e o desconforto e complicações com o uso de lentes de contato são também dos sinais e sintomas mais frequentes nos olhos secos.

Os doentes tipicamente referem que sentem os olhos secos e vermelhos, acompanhado de ardor. Pode ocorrer visão turva ou “embaçada”, fundamentalmente, ao final do dia. Em algumas situações pode verificar-se dor nos olhos que pode ser mais intensa nos casos mais graves. Os doentes que padecem do síndrome do olho seco podem sentir vários sinais e sintomas que podem causar bastante desconforto, fundamentalmente, na presença de olho seco severo.

Tratamento para Olho Seco

O tratamento para olho seco passa essencialmente pela utilização de lágrimas artificiais em gotas (colírios) colocadas nos olhos várias vezes ao dia, consoante a necessidade. Por vezes, a utilização de colírios não é suficiente e pode ser necessário utilizar anti inflamatórios, antibióticos, entre outros, para um eficaz controle da doença. Em determinadas situações, a oclusão dos pontos lacrimais é útil, evitando a drenagem das lágrimas pelas vias lacrimais, permitindo a sua manutenção na superfície ocular.

O médico oftalmologista, com base na observação e exames efetuados, tomará a decisão sobre o tratamento para olho seco mais adequado a cada doente.

Os doentes para além do tratamento médico, devem evitar o contacto com os fatores de risco atrás enunciados, como o uso prologando e excessivo do computador (fazendo pausas por exemplo), evitar o ar condicionado, etc.

Olho Seco tem Cura

A síndrome do olho seco não tem cura. Contudo, existem formas de controlo eficazes da doença que permitem restabelecer aos doentes uma vida perfeitamente normal. Saiba, de seguida, como tratar o olho seco.

Vídeo sobre Olho Seco

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *